Alberto Santos

Verde sobre verde formam-se montes de jacintos

Por Alberto Santos

E a luta continua. Verde sobre verde formam-se montes de jacintos retirados do rio. Gente dedicada trabalha sobe um sol abrasador a temperaturas que prometem ir além dos 40ºC.
Hoje foi um dia especial, juntaram-se a esta luta os nossos bombeiros de Benavente e Samora Correia.

Os anos de abandono, reivindicam motores de barcos e esforçam as rotativas ao máximo.
Árvores caídas no leito, ramagens submersas, assoreamentos. Tudo mau presságio, temos
consciência dos danos colaterais. As equipas esforçam-se ao máximo para danificarem o menos
possível deste ecossistema já tão maltratado.

Rio Sorraia depósito local de entulho
Jacintos
Jacintos

Mas sabemos que não há almoços grátis

A cada metro que é limpo descobrimos lixeiras. Plásticos, electrodomésticos, pneus, entulho da
construção civil que se escondem por debaixo das silvas que cobrem as bermas dos caminhos.
Excelente altura para limpar, as máquinas estão no terreno. Mas também é altura para se tomarem
as medidas legais para estes prevaricadores, alguém tem que pagar por isto, e são eles, não nós.

Jacintos

A pouco e pouco vamos tendo noticias das limpezas noutros locais, dizem-me que no concelho de Coruche retiraram nos últimos dias o equivalente a uma área de seis campos de futebol.
Afinal tudo isto se tornou num campeonato e a equipa dos jacintos tem que perder.
Corre a noticia que a “Pato Bravo” vem para o Furadouro brevemente. O bom senso triunfou.
Até breve.